(function() { (function(){function c(a){this.t={};this.tick=function(a,c,b){var d=void 0!=b?b:(new Date).getTime();this.t[a]=[d,c];if(void 0==b)try{window.console.timeStamp("CSI/"+a)}catch(l){}};this.tick("start",null,a)}var a;if(window.performance)var e=(a=window.performance.timing)&&a.responseStart;var h=0=b&&(window.jstiming.srt=e-b)}if(a){var d=window.jstiming.load;0=b&&(d.tick("_wtsrt",void 0,b),d.tick("wtsrt_","_wtsrt", e),d.tick("tbsd_","wtsrt_"))}try{a=null,window.chrome&&window.chrome.csi&&(a=Math.floor(window.chrome.csi().pageT),d&&0=c&&window.jstiming.load.tick("aft")};var f=!1;function g(){f||(f=!0,window.jstiming.load.tick("firstScrollTime"))}window.addEventListener?window.addEventListener("scroll",g,!1):window.attachEvent("onscroll",g); })();
:: Musecology ::: 1995


[O que]


*...
*Sobre música alternativa.

[Equipe]

* Barboza [MSN]
* Bernardo [MSN]
* Joana [MSN]
* Mark [MSN]
* Natália [MSN]
* Raphael [MSN]

[Contatos]

[E-mail]
[Myspace]
[Comunidade no Orkut]

[Termo de Responsabilidade]

- todos os links e arquivos que se encontram nesse blog estão hospedados na própria internet, somente indicamos onde se encontram.
- não hospedamos nenhum cd ou programas que sejam de distribuição ilegal, o blog só reune informações de onde se encontram os links dos cds e vídeos.
- qualquer arquivo protegido por lei deve permanecer, no máximo, 24 horas em seu computador. eles podem ser baixados apenas para teste, devendo o usuário apaga-lo ou compra-lo após 24 horas.
- a aquisição desses arquivos pela internet é de única e exclusiva responsabilidade de quem os baixou.
- o(s) dono(s) do blog não tem responsabilidade alguma sobre os arquivos que o participante venha a baixar e para que irá utiliza-los.

[barboza_Ouvindo]

Walk It OffThe Last Shadow Puppets The NationalVampire Weekend WeezerRadiohead

[As Bandas]

*¡Forward, Russia!
*Alice In Chains
*All-American Rejects
*Arcade Fire
*Arctic Monkeys
*Art Brut
*Athlete
*Audioslave
*Babyshambles
*Be Your Own PET
*Beck
*B.R.M.C.
*Bloc Party
*Blur
*Brendan Benson
*Bright Eyes
*Broken Social Scene
*Cachorro Grande
*Cansei de Ser Sexy
*Cardigans
*Clap Your Hands Say Yeah
*Coldplay
*Danko Jones
*Dave Matthews Band
*Dirty Pretty Things
*Doves
*Dresden Dolls
*Eagles Of Death Metal
*Editors
*Explosions in the Sky
*Feeder
*Foo Fighters
*Franz Ferdinand
*Get Him Eat Him
*Giant Drag
*Gomez
*Gorillaz
*Graham Coxon
*Gram
*Guillemots
*Hard-fi
*Hot Hot Heat
*Incubus
*Interpol
*Jet
*Kaiser Chiefs
*Kasabian
*Keane
*Kings Of Leon
*Los Hermanos
*Maximo Park
*Mellowdrone
*Modest Mouse
*Moptop
*Morningwood
*Muse
*My Morning Jacket
*Mystery Jets
*Nada Surf
*Nirvana
*Oasis
*Pato Fu
*Pearl Jam
*Placebo
*Queens Of The Stone Age
*Radiohead
*Razorlight
*Rogue Wave
*Ryan Adams
*Screaming Trees
*Silverchair
*Snow Patrol
*Soundgarden
*Sound Team
*Spoon
*St. Vicent
*Starsailor
*Stellastarr*
*Stereophonics
*Stone Temple Pilots
*Sublime
*Subways
*Sufjan Stevens
*Super Furry Animals
*Supergrass
*System of a Down
*Teleramania
*The Attachments
*The Automatic
*The Bravery
*The Cardigans
*The Cooper Temple Clause
*The Dead 60s
*The Futureheads
*The Hives
*The Killers
*The Kooks
*The Libertines
*The Magic Numbers
*The Morning Benders
*The National
*The New Pornographers
*The (I) Noise Conspiracy
*The Ordinary Boys
*The Raconteurs
*The Rakes
*The Rapture
*The Strokes
*The Thrills
*The Verve
*The Vines
*The White Stripes
*Travis
*TV On The Radio
*Velvet Revolver
*Voxtrot
*VHS or Beta
*We Are Scientists
*Weezer
*Wilco
*Wolf Parade
*Wolfmother
*Yeah Yeah Yeahs
*Youth Group

[Links/Blogs]

Gorilla vs. Bear
My Old Kentucky Blog
Moroccan Role
The Big Ticket
Headphonesex
OpenDir ®
Take Your Medicine
You Ain't No Picasso
So Much Silence
Waltzing Back
Mr Red Penguin's
The Underrated Blog
Underrated Magazine
WithEveryChord
Ruledbymuse
Yeti Don't Dance
A Boy And His Blog
*Sixeyes
An Aquarium Drunkard
Ruledbymuse
Skatter Brain
Rock Army!
But She's On Fire!
Copy, Right?
The Yellow Stereo
Obscure Sound
m3 online
Motel de Moka
Work For It
Who Needs Radio
Videoteque
Baby Borderline
- This Is Music...
Music Is Not Dead
Indoor Fireworks
Part Of The Queue
Ryan Smashing Life
Una Piel de Astracán
King Blind
Rock de Índio
Indie Rock Blog
Doidos Varridos
Rock Your Fuckin Feet!
Oasis News
Muse Brasil
Pearl Jam Evolution
IndieRockerBR
nOise3d club
nOise3d club fotolog
Nicksjs.com
Deixei de Acreditar
My Name Is Indie
Música Social
BH Apresenta
Síncope
L0ud
Rock N' Roll Delirious
Costeletas do Elvis
katacultura
One Died Simply
Virtual Rock Star
Indie Rock Club
Indie Surfer Blog
IndieNation
Yes! We Have Bananas
The Putz Factory
Rock Hindu
Doido Até o Osso
Superbandss
Bloody Pop
TV Musica Etc.
Talk in Images
Rock Grass
Dangerous Music
Alcoholidaaay
Great Indie
PopIndie
Flop Art
Urge
Amebando..
Revolução Mental
Magical Mistery Tour
A Submarine Orange
Glasnosts
Zoreia da Profi
Rock and Roll Feliz
Strokes News
Rock N' Roll Baby,
não gosto de Chico!
Blog do Los Hermanos
Hermaníacos
Los Hermanos PB
=wonderFFool=
Nebulize My Mind
Muse Live
Dreamin The Insane
Silverchair.nu
Weezer SS2k
Mardy Bum
The Albion Arks
Forum Albion
Interpol DE
The White Stripes V2
RADIO.BLOG.CLUB
Stereogum
Lúcio Ribeiro
Revolution - Marcelo Costa
Scream & Yell
Diabaquatro
AZLyrics
Billboard
NME
Kerrang!
Woxy
Soulseek
MTV Brasil
Xfm Music News
MuzPlay
Trama Virtual
Isohunt
Cruzeiro Esporte Clube
Máfia Azul - Site Oficial
Blogs.com
Megaupload
Free File Hosting
TurboUpload
EZArchive
Savefile
RapidShare
HaloScan
Tudo para Blogs
Image Shack®
Templates by Maximus
VideoPimp
IBVIDZ
Media Burial Videos

[MUSE - álbuns]

Black Holes And Revelations

?

* Data: 03/07/2006
01. Take A Bow
02. Starlight
03. SMBH
04. Map Of The Problematique
05. A Soldier's Poem
06. Invincible
07. Assassin
08. Exo Politics
09. City Of Delusion
10. Hoodoo
11. Knights Of Cydonia

Absolution


Data: 22/09/2003
01. Intro
02. Apocalypse Please
03. Time is Running Out
04. Sing for Absolution
05. Stockholm Syndrome
06. Falling away with you
07. Interlude
08. Hysteria
09. Blackout
10. Butterflies and Hurricanes
11. The Small Print
12. Endlessly
13. Thoughts Of A Dying Atheist
14. Rule By Secrecy

Hullabaloo Soundtrack


Data: 01.07.2002
* CD1 Duplo

CD1 : "B-sides"
01. Forced in
02. Shrinking Universe
03. Recess
04. Yes Please
05. Map of Your Head
06. Nature 1
07. Shine Acoustic
08. Ashamed
09. The Gallery
10. Hyper Chondiac Music

* CD2 - "Live at the Zenith in Paris" (28 e 29/10/2001)
01. Dead star
02. Micro cuts
03. Citizen Erased
04. Showbiz
05. Megalomania
06. Darkshines
07. Screenager
08. Space Dementia
09. In Your World
10. Muscle Museum
11. Agitated

Origin of Symmetry


Data: 18/06/2001
01. New Born
02. Bliss
03. Space Dementia
04. Hypermusic
05. Plug In Baby
06. Citizen Erased
07. Micro Cuts
08. Feeling Good
09. Screenager
10. Dark Shines
11. Megalomania

Showbiz


Data: 04/10/1999
01. Sunburn
02. Muscle Museum
03. Fillip
04. Falling down
05. Cave
06. Showbiz
07. Unintended
08. Uno
09. Sober
10. Escape
11. Overdue
12. Hate this & I'll love you

[Créditos]

Layout por Barboza
Layouts de Rock
Hosped at Blogger

[Selos]




Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.
Site Meter

Usuários/Users Online


02 dezembro 2005

[1995 - 10 anos!]



Depois de todo (bom) estrago causado pelo disco de estréia, o "Definitely Maybe" e do espetacular single "Some Might Say", o Oasis ia vir com "Roll with It", o segundo extrato de seu novo álbum, "(What's the Story Morning Glory)", que sairia em outubro para mudar a história da música pop. Do outro lado do ringue, o Blur iria lançar o espetacular single "Country House". A banda de Damon Albarn tinha acabado de vender dois milhões de cópias só no Reino Unido como o álbum "Parklife" e a expectativa para o novo CD, "The Great Escape", que sairia em setembro, era gigante. Quando a segunda-feira de lançamento dos singles chegou, praticamente todos os jornais e rádios e TVs na Inglaterra cobriram a chamada "batalha" pelo "single of the week", pela corrida ao número 1 das paradas.E o Blur ganhou! Em cinco dias foram 274 mil cópias de "Country House" contra 218 mil de "Roll with It", só na Inglaterra. A semana seguinte a repercussão do resultado ainda dominava as notícias dos jornais e TV. O bacana diário "The Sun" conseguiu um furo espetacular, entrevistando em Manchester a mãe dos Gallagher. Estava na manchete principal algo assim: "A música do Blur é alegre. Dá para acompanhar batendo o pé". Na época, o Blur era mesmo umas três vezes maior que o Oasis, em fama. E "Country House" era definitivamente talvez mais legal que "Roll with It". A música foi a primeira do Blur a atingir o número 1 da parada de singles. O clipe, divertidíssimo, foi dirigido pelo famoso artista plástico britânico Damien Hirst. O Blur estava com tudo e Damon Albarn virou o rei da Inglaterra. Mas, se o Blur ganhou aquela batalha, o Oasis venceu a guerra. O Blur era uma banda mais "esperta", inteligente. Art rock, direto da universidade. Os irmãos do Oasis eram mais "simplórios", de rua. Povão, mesmo. Se isso fez alguma diferença num primeiro momento a favor do Blur, a história ia logo mostrar o contrário. Coisa de dois meses depois saiu o "Morning Glory", dos Gallagher. E a Inglaterra, política e socialmente, nunca mais foi a mesma a partir dali. Em meio a guerra Blur x Oasis, uma incrível coincidência foi logo apontada. Um dos versos de "Country House", do Blur, dizia: "He's got morning glory/ And life's a different story".

[Melhores momentos]

O site da BBC publicou os melhores momentos do britpop em 1995. E foi isso que saiu.
1- PJ Harvey no Glastonbury: foi histórica a apresentação da moça no palco Pyramid do Glastonbury daquele ano, cantando músicas do álbum "To Bring You My Love" e vestida de casaquinho rosa e, por baixo e à mostra, um sutiã preto.
2- Blur em Mile End: Damon Albarn estava com tudo e passava a tocar em estádios, graças ao sucesso do álbum anterior, o genial "Parklife", mais britânico que um pub.
3- Capa do single do Supergrass: O Supergrass lançaria em julho seu primeiro single, a ótima "Caught by the Fuzz". A capa era o ator Hugh Grant em um daqueles retratos de polícia com os números no peito. O ator galã tinha acabado de ser preso pela polícia de Los Angeles por ser pego na rua "for his solicitation of Divine Brown's oral services". Divine Brown era uma prostituta angelina que ficaria famosa depois do episódio. Foi o escândalo do ano. Grant era noivo, à época, da lindaça Liz Hurley. Os advogados de Grant conseguiram mudar logo a capa do single do Supergrass.
4- "Common People", do Pulp: um dos maravilhosos hinos do britpop. Música teatral, guardadas as gigantes proporções uma espécie de "Eduardo e Mônica" britânica (hehehe). A letra, de um carinha "comum" tentando se relacionar com uma menina "filha de papai" que sonhava em ser uma menina... "comum".
5- "Acquiesce", Oasis: quem acompanhou a banda dos Gallagher desde o começo sabe que ela é talvez tão famosa pelos seus singles do que pelos discos. "Acquiesce" não saiu em CD de estúdio. É um mero lado B do single "Some Might Say". Mas não a impede de ser uma das canções mais legais da história da música inglesa.
6- O álbum beneficente "Help!": O britpop reunido em 20 faixas para ajudar a instituição Warchild, que promovia eventos em benefício das sofridas crianças da guerra dos bálcãs, na antiga Iugoslávia. Tinha Oasis, Radiohead, Stone Roses, Portishead, Massive Attack, Suede, Charlatans, Manic Street Preachers...
7- CD "Grand Prix", do Teenage Fanclub: a banda britânica com o maior sotaque de rock americano. Até parceiro de turnê do Nirvana eles foram. Neste CD, eles fazem o crossover mais interessante de grunge (vá lá) e britpop.
8- pub The Good Mixer: graças à patronagem do Blur e de uma outra banda de britpop, a pequena Menswear, esse pub no norte de Londres virou o epicentro do britpop. Todo mundo da cena ia lá e eram tocados lá.
9- CD "The Bends", do Radiohead: enquanto o Britpop olhava só para o próprio umbigo e para a briga Blur e Oasis, o Radiohead lançava o fenomenal "The Bends" e ia fazer grande sucesso em turnê pelos EUA.

*Texto extraído da Folha Online, assinado pelo Lúcio Ribeiro.

Vamos destacar três momentos: "Morning Glory" do Oasis, o auge do Blur e "The Bends" do Radiohead.
_______________x_______________

(What's The Story) Morning Glory? (02/10/1995)

Liam Gallagher (vocais)
Noel Gallagher
(guitarra, vocais)
Paul "Bonehead" Arthurs
(guitarra) - saiu 1999 - entra Gem Archer
Paul McGuigan
(baixo) - saiu em 1999 - entra Andy Bell
Tony McCaroll
(bateria) - saiu em 1994 - entra Alan White

Em meados de 1995, no ínicio das gravações do próximo álbum, "(What's the Story) Morning Glory ?", o baterista Tony McCaroll foi afastado da banda, após uma briga com os irmãos Gallagher. Ele foi substituído por Alan White. Eles continuaram as gravações e em 1995 lançaram seu segundo álbum. Ao passo que "Definitely Maybe" trouxe o Oasis à tona do cenário musical britânico, Morning Glory foi o álbum que transformou o grupo num sucesso em proporções mundiais, apesar da pouca importância dada pela crítica quando do lançamento. Nesta época, a mídia britânica criou um clima de rivalidade entre o Oasis e seus "colegas" de britpop, o Blur. Embora esta rivalidade tenha sido majoritariamente ficcional (apesar de Noel Gallagher ter declarado, certa vez, que gostaria que os membros do Blur Damon Albarn e Alex James morressem de AIDS), ela ajudou no desenvolvimento comercial de ambas as bandas. Em agosto de 1995, Blur e Oasis realizaram o lançamento de seus respectivos singles na mesma data, como numa espécie de "concorrência" entre os grupos. Talvez pelo seu preço agressivamente baixo (0,99 libras vs. 1,99 libras), o single do Blur, "Country House", foi mais vendido que o do Oasis, "Roll With It": 274.000 cópias vendidas contra 216.000, naquele dia. No longo prazo, todavia, o álbum "(What's the Story) Morning Glory?" foi mais vendido que o do Blur, "The Great Escape", e foi considerado como o álbum definitivo da era do Britpop.

Morning Glory

01. Hello
02. Roll With It
03. Wonderwall - MP3
04. Don't Look Back In Anger - MP3
05. Hey Now!
06. Some Might Say
07. Cast No Shadow
08. She's Electric
09. Morning Glory
10. Champagne Supernova


A foto acima é capa do disco sem o até então logo do Oasis e o nome dele "(What's The Story) Morning Glory?". Mas também nem precisa.

*Outros canções

D'You Know What I Mean - MP3
Live Forever - MP3
Sunday Morning - MP3
Stop Crying Your Heart Out - MP3
I Can See A Liar - MP3
Stand By Me - MP3
I'm Only Sleeping (The Beatles Cover) - MP3
Little By Little - MP3
Whatever (acústico) - MP3
Wonderwall (acústico) - MP3

Live V2005

The Importance Of Being Idle - MP3
Cigarettes And Alcohol - MP3
Morning Glory - MP3
_______________x_______________

"Parklife" (03/1994)

Damon Albarn (vocais, instrumentos diversos)
Alex James
(baixo)
Dave Rowntree
(bateria)
Graham Coxon
(guitarra) - saiu em 2002 - infelizmente

1994 foi um ano que trouxe às paradas britânicas “coisas� como Take That, Enigma e uma colaboração de Elton John com Ru Paul. Mas foi também o ano em que Björk e Beck começaram a fazer sucesso. Neste clima, em março, o Blur lançou o que viria a ser sua obra de arte – "Parklife" – que incluía uma setlist perfeita de "Girls & Boys", "Tracy Jacks", "End of a Century", "Parklife", "Bank Holiday", "Badhead", "The Debt Collector" (marchinha alemã instrumental), "Far Out" (belíssima peça de psicodelismo nonsense), "To The End", "London Loves", "Trouble in the Message Center", "Clover Over Dover", "Magic America", "Jubilee", "This is a Low" e "Lot 105". Fato curioso do álbum foi seu lançamento, que se deu em uma corrida de cachorros tida como o maior desastre de toda a história do esporte na Inglaterra. A imprensa logo qualificaria o álbum de clássico e o disco logo entraria nas paradas como número 1. Com a exceção das faixas 7 e 8, que têm seu mérito mais musical que literário, todas as outras letras têm uma sagacidade incomum à sua geração e poderiam facilmente passar por textos aleatórios de alguma coletânea do Luís Fernando Veríssimo deles. Momento raro na história tanto da música inglesa quanto da mundial, a perfeita associação entre música e texto de "Parklife" ainda seria mantida parcialmente no próximo álbum do Blur, "The Great Escape", mas logo seria engavetado e ficaria reservado para situações especialíssimas, como "Beetlebum", "No Distance Left to Run" e "Tender". Recentemente o guitarrista Graham Coxon saiu da banda (temporário ou definitivo não é uma questão ainda respondida), para um infeliz demérito da qualidade da banda – que, apesar de tudo, ainda é superior à maioria do que se ouve em emetevês por aí. Deve ser este o problema de se chegar ao auge cedo na carreira. Logo você acaba sendo desqualificado como “apenas uma ótima banda� depois de atingir a perfeição.



01. Girls And Boys - MP3
02. Tracy Jacks - MP3
03. End Of The Century - MP3
04. Parklife - MP3
05. Bank Holiday - MP3
06. Badhead - MP3
07. Far Out - MP3
08. To The End - MP3
09. London Loves - MP3
10. Trouble On The Message Centre - MP3
11. Clover Over Dover - MP3
12. Magic America - MP3
13. Jubilee - MP3
14. This Is A Low - MP3

*Produtores do Parklife: Stephen Street,Stephen Hague, John Smith e Blur

*Outras canções

Out of Time - MP3
It Could Be You - MP3
Song 2 - MP3
_______________x_______________

"The Bends" (1995)

Thom Yorke (vocais, guitarra/violão)
Jonny Greenwood
(guitarra, vocal, piano, órgão, xilofone, outros)
Ed O'Brian
(guitarra, vocal, instrumentos eletrõnicos diversos :mesmo:)
Colin Greenwood
(baixo)
Phil Selway
(bateria)

The Bends foi lançado em 1995 e esses oito anos de descanso acabaram derrubando por terra muitos dos conceitos absolutos da época. Nem o sucessor de "Pablo Honey" (o disco de estréia), nem a maior revolução da história musical (alguém falou "Ok Computer"?). The Bends acaba funcionando como um intermediário que transformaria a transição "Pablo Honey-Ok Computer" em uma suave rampa, ao invés do agudo degrau que poderia parecer. Pop perfeito com dosagem exata de baladas assobiáveis, guitarras distorcidas e complexidade melódica. Em nenhum outro momento a banda (e em pouquíssimas ocasiões a música como um todo) viria a apresentar tanta perfeição como naquele disco. A exemplo do que os Beatles fizeram com "Revolver", o Radiohead já bradava ali aos quatro ventos que não era estanque, que recusava a acomodação. Como não sorrir à mera menção de uma melodia perfeita como a de "Street Spirit"? Como não grudar na cadeira com os espasmos distorcidos de The Bends?



01. Planet Telex - MP3
02.
The Bends - MP3
03.
High & Dry - MP3
04.
Fake Plastic Trees - MP3 / MP3
05. Bones - MP3
06.
(Nice Dream) - MP3
07.
Just - MP3
08.
My Iron Lung - MP3
09.
Bulletproof.. I Wish I Was - MP3
10.
Black Star - MP3
11.
Sulk - MP3
12.
Street Spirit (Fade Out) - MP3

"Outras canções

Creep - MP3
Creep (Acoustic) - MP3
2 + 2 = 5 - MP3
Karma Police - MP3
Paranoid Android - MP3
There There - MP3

Por Barboza | 9:58 AM